Cadernos Fictícios: Os Diários de The Vampire Diaries

Na época das cavernas, transcrevendo acontecimentos cotidianos nas paredes, o ser humano primitivo aprendeu a discernir o que era perigoso e o que era “bom”. Com o tempo, passando das paredes para o papel e dos desenhos para as palavras, passamos a ser capazes de descrever acontecimentos de forma mais precisa e detalhada, incluindo nos relatos emoções e pensamentos mais complexos. Atualmente, os diários são uma das formas mais comuns de registro gráfico usadas pelo ser humano. Entre vários propósitos, o de registrar pensamentos e sentimentos, mais do que acontecimentos, é o mais comum.

Cultivar um diário pode nos fazer entender melhor a nós mesmos, através de registros do que vimos e sentimos a cada dia. Pode nos trazer, no futuro, momentos de prazer, ao lermos sobre o que passamos. Pode nos ajudar a resgatar memórias e ideias. Porém, os diários de que falaremos hoje possuem objetivos muito específicos. O primeiro é parte de um processo de recuperação; o segundo, por sua vez, é escrito para alguém no futuro.

The Vampire Diaries: A Série

The Vampire Diaries estreou na TV em 2009, pela emissora americana The CW, sendo exibida no Brasil pelo canal fechado Warner Channel. A série, que está em sua oitava (e última) temporada é uma adaptação da saga de livros escrita por L.J. Smith, de mesmo nome. Porém, a correspondência entre as duas se perdeu logo no início da adaptação para a TV.

A premissa inicial da série (assim como a do livro) era mostrar a vida da protagonista através das entradas de seu diário pessoal. Elena Gilbert é uma jovem colegial que passa por um momento difícil em sua vida após perder os pais em um acidente. Porém, tudo muda quando ela conhece Stefan Salvatore, que a salvou do acidente. Stefan é um vampiro. Mesmo sabendo disso, Elena passa a se relacionar com ele, o que traz muitos problemas para sua vida.

O Diário de Elena

Nos livros – principalmente nos quatro primeiros -, as passagens do diário de Elena são mais frequentes. Devido aos acontecimentos mais do que estranhos à sua volta e às suas transformações constantes, Elena sempre tem muito para contar e explicar ao leitor. Além disso, nos livros, Stefan também mantém um diário – o que deu origem ao spin-off literário chamado “Diários de Stefan”.

Na série de TV, com o tempo, a premissa inicial se perdeu. Nos primeiros episódios, eram recorrentes momentos em que Elena escrevia em seu diário, tendo como cenário diversos lugares. Porém, conforme a história se desenrola e a vida da jovem se torna mais agitada, esses momentos se tornam mais raros e dão lugar a uma narrativa contínua. Muitos espectadores da série compreendem essa narrativa como feita através da leitura dos diários, até o fim da sexta temporada.

Elena-TVD-Bodoque

Durante as seis temporadas em que esteve presente na série de TV, Elena teve dois diários. O primeiro deles consistia em uma agenda em formato A5 com capa de couro verde, encadernação francesa, com lingueta para fechar. Além da capa verde, a marca registrada desse diário era a letra ‘E’ gravada no canto esquerdo inferior da capa. O segundo diário – que foi visto bem menos vezes -, também tinha capa de couro, dessa vez em marrom, com uma sobra grande para fechar. Porém, o diário não apareceu o suficiente para vermos sobre inscrições na capa. Assim como o anterior, a encadernação é do tipo francesa e o formato é A5.

O Diário para Elena

(Essa seção contém spoilers da sexta, sétima e oitava temporadas de The Vampire Diaries)

Esse diário não existe na história dos livros, apenas na história da série. Após os acontecimentos do final da sexta temporada de The Vampire Diaries, os amigos de Elena passam a escrever cartas para a jovem, contando do dia a dia da cidade de Mystic Falls e de suas vidas. Essas cartas estão reunidas em um caderno, que é passado entre seus amigos, para que cada um escreva em sua vez.

Caroline-TVD-Bodoque

O propósito desse diário é que Elena, que se encontra adormecida sob um feitiço, fique a par de tudo o que ocorreu durante seu sono de décadas. Ele é escrito, principalmente, por Damon, Caroline e Bonnie: as três pessoas mais próximas da jovem. O caderno em que consiste o diário tem formato agenda, com encadernação francesa. A capa é alaranjada, de papelão revestido com tecido, e não possui extensões para fechar. Como o segundo diário de Elena, o caderno não é mostrado o suficiente para sabermos se existem inscrições na capa. Porém, conhecendo o carinho que os amigos têm por Elena, com certeza esse caderno foi feito artesanalmente e inclui algum desenho simbólico na capa.

Apesar de o fim da série estar próximo, ainda não sabemos como a história vai terminar. É triste pensar que Elena pode não chegar a ler o diário dos amigos. Porém, apesar de as despedidas já estarem sendo feitas, ainda podemos ter esperanças. A série terá seu finale exibido no dia 10 de março, ainda teremos cinco episódios até o fim da história.  Ainda dá tempo de tudo se resolver e vermos um final feliz!

Se você não conhecia The Vampire Diaries e ficou curioso para assistir, as sete primeiras temporadas estão disponíveis na Netflix. É só fazer o brigadeiro e aproveitar o final de semana para maratonar!

————————————————————————————————————-

Gostou do post e quer continuar sabendo curiosidades sobre os cadernos da ficção? Acompanhe nossa coluna Cadernos Fictícios aqui no blog, todas as sextas feiras, às 18h!

Se você ficou com vontade de manter um diário, assim como Elena e seus amigos, dê uma olhada na nossa loja e escolha o diário que faz mais o seu estilo!

Confira também mais conteúdos sobre The Vampire Diaries e muitas outras séries na Revista Pixel TV, a mais nova parceira da Bodoque!

 

Cadernos Fictícios: Os Diários de The Vampire Diaries
Classificado como:            

Uma opinião sobre “Cadernos Fictícios: Os Diários de The Vampire Diaries

  • 22 de abril de 2017 em 20:26
    Permalink

    Say, you got a nice blog post.Really looking forward to read more. Really Great.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *